terça-feira, 27 de novembro de 2012

Missionários: como viajar de graça



O site da revista Superinteressante publicou um artigo sobre métodos para se viajar sem pagar nada. O tom é meio que de humor, mas algumas das dicas podem ser aproveitadas por missionários, em alguns momentos. Confira:

VIAJANDO NA FAIXA

Então você quer viajar sem gastar um tostão? Muito bem. Aí vai a boa notícia: isso é possível, sim, e a gente vai dar várias dicas valiosas caso você queira ganhar o mundo. Mas prepare-se: a mamata exige certos esforços. Confira nossas dicas e... boa viagem!


DE BARCO

Cruze os mares no barco dos outros (pode ser iate, veleiro ou até cargueiro mesmo). Agências como Work at Sea (www.workatsea.com.br) e Sun& Sea (www.sunsea.com.br), por exemplo, tornam você um tripulante de cruzeiros: juntas, as duas oferecem 180 vagas por mês.

DE AVIÃO

Pegue carona em voos da Força Aérea Brasileira, como os que levam cartas da Aeronáutica. Basta pedir em uma base da FAB (lista em tinyurl.com/basesfab). A vaga surge, em média, em duas semanas - mas você será avisado na última hora e terá 30 minutos para chegar ao avião.

PATROCINADO

Você trabalha com uma atividade cultural? O Ministério da Cultura banca a passagem se você tiver cursos ou eventos no exterior ligados à sua profissão (veja em tinyurl.com/mincultura). O governo julga a relevância dos pedidos, por isso torça! E acerte-se com o fisco para poder se candidatar.

COMO ESCRITOR

Guias de viagem como o site O Viajante (www.oviajante.com) contratam gente para visitar um país e escrever sobre ele. Há uma peneira - fluentes em dois idiomas passam à frente - e poucas vagas. Em um ano bom, o O Viajante mandou 6 pessoas para o exterior.

DE CARRO

Esticar o polegar é uma tática velha, mas nem sempre segura. Pratique-a em locais como postos da polícia rodoviária. Ou recorra à internet: em sites como www.caroneiros.com e www.vaipraonde.com.br você acha motoristas dispostos a ajudar os necessitados de transporte.

COM MILHAS

Lei da oferta e demanda: em voos muito procurados, há menos lugares para donos de milhas. Dê um empurrão à sorte e garanta um lugar com 6 meses de antecedência. Há milhas mais certeiras: as de ônibus. Em companhias como Itapemirim, não há limite de assentos.







Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...