sábado, 23 de agosto de 2008

Alfabeto Cirílico

O alfabeto cirílico (em búlgaro e macedônio: кирилица; em russo: кириллица; em ucraniano: кирилиця; em bielorusso: Кірыліца; em ruteno: кырилиця; em sérvio: ћирилица) é um alfabeto cujas variantes são utilizadas para a grafia de seis línguas nacionais eslavas (bielorrusso, búlgaro, macedônio, russo, sérvio [1] e ucraniano), além do ruteno, e outras línguas extintas. Ademais é usado por várias línguas não-eslavas, faladas na antiga União Soviética - como o mongol, o cazaque, o uzbeque, o quirguiz e o tadjique, entre outras da Europa Oriental, do Cáucaso e da Sibéria.

Com a entrada da Bulgária na União Européia, em 1º de janeiro de 2007, o cirílico tornou-se o terceiro alfabeto oficial da comunidade.

História

Embora a criação do alfabeto cirílico, no século IX, seja tradicionalmente atribuída a dois missionários cristãos bizantinos, Cirilo e Metódio, os estudiosos modernos consideram mais provável que tenha sido criado por Clemente de Ohrid - discípulo dos dois missionários e fundador da Escola Literária de Ohrid, no sudoeste da Bulgária - ou por um grupo de acadêmicos da Escola Literária de Preslav, no noroeste do país.

O alfabeto cirílico teria sido derivado do alfabeto glagolítico e do alfabeto grego, na sua grafia uncial, ainda muito utilizado na época devido à influência bizantina.

Continha inicialmente 43 letras, derivadas de letras e combinações de letras gregas e hebraicas. Posteriormente sofreu modificações, quase sempre com exclusão de letras supérfluas. Na atualidade, o russo moderno conta com 32 letras, tendo sido feitas adaptações, eventualmente com o acréscimo de letras especiais, para línguas não-eslavas, faladas em regiões da antiga União Soviética. O búlgaro e o sérvio têm 30 letras e o ucraniano, 33.[2]

O cirílico é um alfabeto bicameral, isto é, tem letras maiúsculas e minúsculas. Observe-se que o valor fonético das letras de empréstimo corresponde, mutatis mutandis, ao que tinham no grego da época. Por exemplo: o Β beta (prononciado [b] em grego clássico mas [v] em grego medieval) tornou-se В ve cirílico ; foi portanto necessário criar uma letra correspondente ao grafema para o fonema [b], ou seja, Б.


Idiomas que usam o alfabeto cirílico


Tabela de correspondência

Assim como o alfabeto latino, o cirílico tem profundas variações conforme o idioma. A tabela a seguir corresponde ao alfabeto utilizado para representar a língua russa.

Cirílico Som equivalente em Português
Maiúscula Minúscula Nome
А а A a
Б б b
В в v
Г г Guê g como em gato
Д д d
Е е é, ê, (ditongo)
Ё ё ô, (ditongo)
Ж ж j
З з z
И и I i
Й й I i curto (semi-vogal) após vogais
К к c como em cão
Л л Él l
М м Ém m
Н н Én n
О о O ô
П п p
Р р Ér r como em cara
С с És s como em sal
Т т t
У у U u
Ф ф Éf f
Х х Khá rr fricativo velar, como em barra (na pronúncia brasileira e em algumas pronúncias portuguesas)
Ц ц Tsé ts
Ч ч Tché semelhante a tch
Ш ш Chá ch
Щ щ Chtchá ch “brando”, como o "s" (e "ç", "ch" etc.) no nordeste de Portugal
Ъ ъ
sinal forte (serve para indicar a não-palatalização de consoantes)
Ы ы Ya e central, como em levar (como as vogais átonas da pronúncia portuguesa)
Ь ь Ya sinal fraco (funciona aproximadamente como h quando transforma n em nh ou l em lh)
Э э E e fechado
Ю ю Yu (ditongo)
Я я Ya (ditongo)


FONTE:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Alfabeto_cir%C3%ADlico

*

2 comentários:

Bia disse...

Te vi na Blogosfera Cristã e vim fazer uma visitinha... poxa... um tanto viagem esse lance de alfabeto cirílico! Legal! Fique em Deus!

Bia - Deus e a Menina

Filipe Garcia disse...

Muito boa a iniciativa! Creio que o serviço prestado pelo blog deve ser mais divulgado sobretudo porque conheço muita gente que procura esse tipo de informação e não encontra. E você fez aqui uma boa compilação de informações.

Ainda não conhecia o blog, encontrei o link no Blogsfeta Cristão; pelo visto entramos para o time juntos. Sim! Nossos blogs foram citados no mesmo post.

De qualquer forma, que Deus te abençoe!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...